23.8 C
Itapemirim
segunda-feira 22 julho 2024

Polícia Civil realiza solenidade de encerramento do Curso de Atirador Designado promovido pela CORE – Notícias da Polícia Civil ES

PolíciaPolícia Civil realiza solenidade de encerramento do Curso de Atirador Designado promovido pela CORE - Notícias da Polícia Civil ES

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) realizou, na tarde da última sexta-feira (10), uma solenidade para marcar o encerramento do Curso de Atirador Designado, promovido pela Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) no período de 06 a 10 de novembro.

A solenidade de encerramento contou com a participação do delegado-geral José Darcy Arruda, do coordenador da CORE, delegado Ricardo Almeida, do policial civil e coordenador do curso, Rodrigo Menezes – além dos demais instrutores e os alunos participantes.

O delegado-geral, José Darcy dos Santos Arruda, parabenizou os participantes pelo comprometimento com o aperfeiçoamento em habilidades técnicas especializadas necessárias para atuar em momentos de crise. Ele destacou a integração entre as forças de segurança durante cursos como esse, fortalecendo o trabalho diário, que também é integrado. O delegado-geral ressaltou a dedicação e grande capacidade da Coordenadoria de Recursos Especiais, que esteve à frente desse desafio de formação policial.

Na cerimônia, o aluno Marlio Matos, da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) da Bahia, recebeu o certificado de Atirador Destaque do Curso.

Atirador Designado

O atirador designado é um policial operador com conhecimento de tiro e balística, responsável pela proteção de sua equipe e capaz de realizar disparos eficientes a maiores distâncias. Trata-se de uma especialização direcionada a policiais com o perfil almejado para exercer a função. Portanto, é possível reconhecer como atributo essencial do atirador designado a capacidade de proporcionar segurança aos envolvidos na operação e aumentar as chances de êxito nas missões.

O curso ocorreu no período de 06 a 10 de novembro, com aulas teóricas e práticas realizadas no Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol), localizado no município da Serra. Participaram do treinamento policiais de diversas instituições, incluindo a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), a Polícia Federal (PF), a Polícia Civil da Bahia (PCBA) e a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

As aulas foram coordenadas pelo agente de polícia e mestre em Segurança Pública, Rodrigo Menezes, lotado na Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) há 12 anos, também atuando como Instrutor de Armamento e Tiro na Academia de Polícia Civil (Acadepol) e atirador de precisão policial formado pelo Curso de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal, além de Técnico em Explosivos pela CORE da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ).

Além do instrutor Rodrigo Menezes, os alunos tiveram aulas com o juiz de Direito, Dr. Carlos Eduardo Ribeiro Lemos, sobre o tema “Insurgência Urbana e Legalidade do Exercício do Atirador Designado”. Outro colaborador foi o médico-legista da PCES, Rodrigo Lugão, que abordou a balística de ferimentos.

Foram ministradas aulas sobre a Teoria Geral do Atirador Designado, Teoria da Zeragem, Posições Variadas Convencionais e Não Ortodoxas, Alvos Múltiplos e Distâncias Variadas, Aulas Práticas com Exercícios Supervisionados e Exercícios Cognitivos com Estressores.

O coordenador do curso, Rodrigo Menezes, explicou que o Curso de Atirador Designado foi elaborado em conjunto com o Policial Federal Aldemar Oliveira, com grade curricular específica para o atirador designado. A primeira edição do curso foi realizada para os alunos do Curso do Grupo de Operações Táticas Especiais da CORE da Polícia Civil da Bahia. Em seguida, um grupo de quatro operadores da CORE da PCES recebeu o treinamento. Dado o sucesso do curso, diversas instituições solicitaram vaga, sendo realizada a terceira edição, com vagas destinadas aos operadores da CORE da PCES e demais forças da segurança pública. Assim, a CORE se torna referência no âmbito das polícias judiciárias, sendo precursora do Curso de Atirador Designado.

Rodrigo Menezes enfatizou que o embasamento técnico-teórico da utilização dessa importante ferramenta pode trazer relevantes contribuições para a atuação mais precisa de agentes de segurança pública, tornando suas ações mais eficazmente realizadas. Além disso, a ampla divulgação e aprofundamento dos estudos na área concedem inúmeros benefícios que poderão ser percebidos a longo prazo, como proporcionar maior segurança nas operações policiais com consequente acréscimo da confiabilidade em suas ações.

 

Texto: Adriana Nascimento Amaral – Policial Civil – Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi).


Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024

Informações à Imprensa:
Olga Samara / Matheus Foletto
(27) 3636-1536 / (27) 99846-1111 / (27) 3636-1574 / (27) 99297-8693
comunicapces@gmail.com

 



Fonte: Notícias do site da Polícia Civil do Espirito Santo – Confira mais informações em Polícia Civil do Estado do Espírito Santo.

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas