25.8 C
Itapemirim
sexta-feira 24 maio 2024

Polícia Civil prende acusado de matar motorista de aplicativo no bairro Aribiri – Notícias da Polícia Civil ES

PolíciaPolícia Civil prende acusado de matar motorista de aplicativo no bairro Aribiri - Notícias da Polícia Civil ES

A equipe da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) prendeu um indivíduo de 21 anos acusado de envolvimento no crime que vitimou o motorista de aplicativo Samuel de Oliveira Nascimento, 36 anos. O crime ocorreu na noite de 29 de julho, no bairro Aribiri, Vila Velha. A prisão foi realizada no último sábado (17), durante Escala Operacional (ISEO) da equipe da DHPM.

Na data do fato, testemunhas relataram que o motorista estava a serviço no bairro Aribiri, Vila Velha, quando foi surpreendido por homens armados. Ele foi baleado na cabeça e um pedestre que estava na rua foi atingido na nádega. O motorista ainda dirigiu até o bairro Dom João Batista, onde foi socorrido e levado para o hospital. Ele ficou internado por uma semana, mas acabou morrendo, no dia 05 de agosto.

A investigação teve início assim que o fato chegou ao conhecimento da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha. Segundo o Inquérito Policial, o crime foi motivado pela guerra do tráfico de drogas. Dois homens foram identificados como autores do ataque. Nenhum dos dois indivíduos, de 21 e 28 anos, tinha passagens anteriores. 


“As investigações indicam que o crime tem relação com a guerra do tráfico local, mas o motorista foi morto por engano. Um dos suspeitos estava descontrolado, sob efeito de álcool ou drogas, atirando a esmo pela rua. Eles se depararam com o veículo na rua principal e pensaram que era de um grupo rival. Acabaram tirando a vida do motorista e atingindo outro inocente, que sobreviveu”, explicou o delegado-adjunto da DHPP de Vila Velha, Christian Waichert.

No dia 12 de dezembro, o Poder Judiciário recebeu a denúncia do Ministério Público e os dois investigados tiveram suas prisões preventivas decretadas. No sábado seguinte, a equipe da DHPM, de posse dos mandados, prendeu um dos suspeitos. Os policiais se dirigiram até o bairro Dom João Batista, onde localizaram a residência dele. O acusado foi detido e conduzido até a Delegacia. Depois dos procedimentos de praxe, a equipe o encaminhou para o Centro de Triagem de Viana, onde agora aguarda pelo julgamento.

O outro acusado se encontra foragido. Informações sobre seu paradeiro podem ser repassadas por qualquer cidadão de forma anônima, por meio do Disque-Denúncia 181.

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
imprensa.pc@pc.es.gov.br
 
Informações à Imprensa:
Matheus Zardini / Olga Samara 
(27) 3636-1574 / (27) 99297-8693 / (27) 3636-1536 / (27) 99846-1111      



Fonte: Notícias do site da Polícia Civil do Espirito Santo – Confira mais informações em Polícia Civil do Estado do Espírito Santo.

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas