24.4 C
Itapemirim
domingo 26 maio 2024

DPCA prende 10 homens durante Operação Lar Seguro – Notícias da Polícia Civil ES

PolíciaDPCA prende 10 homens durante Operação Lar Seguro - Notícias da Polícia Civil ES


A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), realizou a Operação Lar Seguro, em combate à agressão e à violência sexual contra crianças e adolescentes. Durante a ação, realizada entre os dias 19 de dezembro de 2022 e essa segunda-feira (09), foram presos 10 suspeitos nos municípios de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra.

No dia 19 de dezembro de 2022, a DPCA apurou uma denúncia de abuso de uma menor que sofria as agressões pelo padrasto. A mãe e a menor se mudaram para Minas Gerais para fugir dos desentendimentos com o homem, mas querendo se aproximar da mãe novamente, ele passou a ameaçar a menor com os vídeos dos abusos que ele gravava. O suspeito de 34 anos foi preso no município da Serra, no dia 21 de dezembro do ano passado, durante cumprimento de mandado de prisão preventiva.

“O padrasto começou a perseguir a mãe e a filha. Ele abandonou o emprego, se mudou de cidade, foi até a cidade onde elas estavam, de Minas Gerais, ameaçava constantemente a criança de que se não contasse onde elas estavam mostraria os vídeos do abuso para o pai biológico, avô e conhecidos da menor”, disse a delegada-adjunta da DPCA, Thais Cruz.



O delegado-geral da Polícia Civil (PCES), José Darcy Arruda, falou sobre a importância da operação. “Não vamos tolerar que esses crimes ocorram”. Arruda apela à comunidade, que se houver conhecimento de alguma criança que possa estar sendo abusada, que faça a denúncia pelo 181.

A titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegada Rhaiana Bremenkamp, enfatiza a importância de os pais ficarem atentos aos sinais que podem ser dados pela criança. “Dez famílias entraram em contato conosco em dezembro de 2022. Em todas as apurações, as crianças deram indícios, demonstrando medo e desconforto com algumas pessoas. Muitas vezes, crianças que não mais urinavam na cama tendem a voltar. Temos sempre que observar”, orienta.


O delegado adjunto da DPCA, Vinicius Fandino Landeira, ressalta que se relacionar com crianças abaixo de 14 anos é crime. “É importante que todo mundo entenda que não existe relacionamento consensual com crianças abaixo de 14 anos”, afirmou.

 Foram presos:

1 – 21/12 , desempregado de 34 anos, por meio de Mandado de Prisão Preventiva, no município de Serra, investigado em razão de estupro de vulnerável qualificado e produção de conteúdo pornográfico, tendo como vítima sua enteada.

2 – 22/12, caminhoneiro de 46 anos, por meio de Mandado de Prisão Preventiva, no município de Cariacica, investigado por crime de abuso de vulnerável, tendo como vítimas seus sobrinhos.

3 –  23/12, sem informação de profissão de 21 anos, em flagrante, por manter a companheira de 15 anos de idade em cárcere privado e ameaçá-la de morte dentro da DPCA.

4 –  26/12, desempregado 21 anos, por meio de Mandado de Prisão Temporária, no município de Vila Velha, investigado por crime de estupro de vulnerável, tendo como vítima sua enteada.

5 – 03/01, vendedor de 40 anos, por meio de Mandado de Prisão Temporária, no município de Vila Velha, pela Supic, investigado por tentativa de estupro qualificado, tendo como vítima sua vizinha.

6 – 04/01, sem informação de profissão de 39 anos, por meio de Mandado de Prisão Temporária, no município de Vitória, investigado por estupro de vulnerável, tendo como vítima sua enteada.

7 – 05/01, caminhoneiro de 30 anos, por meio de Mandado de Prisão Temporária investigado por crime de estupro de vulnerável, tendo como vítima sua enteada de 10 anos de idade. O cumprimento ocorreu no município de Vitória.

8 – 05/01, carpinteiro de 68 anos, por meio de Mandado de Prisão Preventiva investigado por crime de estupro de vulnerável. O cumprimento ocorreu no município de Vitória.

09 – 09/01, professor de luta de 33 anos, por meio de Mandado de Prisão Temporária investigado por crime de estupro de vulnerável. O cumprimento ocorreu no município de Vila Velha. A vítima tem 13 anos de idade.

10 – 09/01, vigia de obra de 18 anos, por meio de Mandado de Prisão Preventiva investigado por agressão física e ameaças à namorada de 17 anos de idade. Ele estava foragido desde 19/12/22, e após inúmeras operações realizadas pela delegacia na tentativa de localizá-lo, apresentou-se na 2ª Delegacia Regional (Vila Velha).

Texto: Marcus Vinícius Gonçalves, Estagiário – Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi).

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna – (27) 3137-9024

imprensa.pc@pc.es.gov.br



Fonte: Notícias do site da Polícia Civil do Espirito Santo – Confira mais informações em Polícia Civil do Estado do Espírito Santo.

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas