21.7 C
Itapemirim
domingo 26 maio 2024

Valor das bolsas da Fapes é o segundo maior do País

Governo ESValor das bolsas da Fapes é o segundo maior do País


Espírito Santo é destaque nacional em pagamento de bolsas CT&I e Extensão capixaba.

Ao anunciar, em março, mais investimento para o fomento à Ciência, Tecnologia, Inovação e Extensão capixaba, o governador do Estado, Renato Casagrande, colocou o Espírito Santo em outro patamar nacional. Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), o novo reajuste em todas as modalidades de bolsas ofertadas posicionou o Estado em segundo lugar no Brasil. O valor oferecido pela Fapes só fica atrás das bolsas disponibilizadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Com o aumento dos valores das bolsas, há uma projeção de um impacto de mais de R$ 4,6 milhões ao ano para a Fundação. O investimento é proveniente do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Funcitec), que utiliza recursos financeiros vinculados à receita do Estado e é destinado exclusivamente às ações de fomento à ciência e à tecnologia.

Na ocasião do anúncio, o governador Renato Casagrande destacou a importância dos investimentos. “Esse reajuste vai melhorar a condição de mais de 2.300 bolsistas de forma imediata. Um investimento de mais de 40 milhões de reais. Investimento direto para que a gente possa inovar e melhorar a ciência e a tecnologia. Queremos oportunidade para todo mundo. E para alcançarmos isso, educação, inovação e investimento em tecnologia são fundamentais”, destacou.

A ampliação dos investimentos da Fapes e a compreensão do Estado da importância das políticas públicas voltadas para a Ciência, Tecnologia, Inovação e a Extensão vão refletir na formação de recursos humanos de alto nível no Espírito Santo.

O diretor-presidente da Fapes, Denio Arantes, comemorou a posição de destaque nacional como reflexo das ações da Fapes para elevar o nível de todo ecossistema CT&I e Extensão capixaba, oferecendo aos bolsistas um apoio maior e a tranquilidade para o desenvolvimento dos seus projetos. “O aumento dos valores das bolsas também é fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado porque conseguiremos manter nossos talentos, pós-graduandos e pesquisadores atuantes em todas as áreas de estudo”, disse.

Veja na tabela abaixo o reajuste de algumas bolsas:

 




Modalidade das bolsas



Fapes

(sem reajuste)



% de reajuste da Fapes



Fapes

(com reajuste)





IC:Iniciação Científica



R$ 600,00



17%



R$ 700,00





Picjr. Iniciação Científica Jr.



R$ 200,00



50%



R$ 300,00





ME I: Mestrado I



R$ 2.100,00



8,70%



R$ 2.300,00





ME II: Mestrado II





DO I: Doutorado I



R$ 3.050,00



7,58%



R$ 3.300,00





DO II: Doutorado II





POSDOC:Pós-doutorado



R$ 5.200,00



5%



R$ 5.500,00





Pq/DT: Pesquisado com Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (Nível 1D do CNPq)



R$ 1.000,00



20%



R$ 1.200,00





Taxa de Pesquisa: Nível 1D do CNPq



R$ 800,00



25%



R$ 1.000,00




 

Além das bolsas acima, a Fapes também oferece outras modalidades de bolsas e, em algumas delas, o reajuste foi de mais de 100%. A bolsa de Extensão Tecnológica nível D, por exemplo, recebeu um aumento de 130,92% e o valor passou de R$ 822,80 para R$ 1.900,00. Confira a tabela completa com o reajuste de todas as bolsas clicando aqui.

Serviço:

 

Governo do Estado aumenta valor de todas as bolsas oferecidas pela Fapes

 

– Clique aqui e confira a Resolução 324/2023 que explica o reajuste

– Clique aqui e confira a tabela com todas as bolsas

 

Texto Jair Oliveira

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
comunicacao@fapes.es.gov.br

Fonte: Notícias do Governo do Espírito Santo

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas