19.4 C
Itapemirim
quarta-feira 18 maio 2022

Mais de 4 mil crianças são imunizadas contra Covid-19 em dia de mutirão pelo Estado

Governo ESMais de 4 mil crianças são imunizadas contra Covid-19 em dia de mutirão pelo Estado


Com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal das crianças, adolescentes e adultos, a Secretaria da Saúde (Sesa) solicitou e orientou os municípios do Espírito Santo à realização de mutirões de vacinação contra a Covid-19 no último sábado (19).

Foram disponibilizadas a primeira e segunda doses (D1 e D2), além da dose de reforço, de acordo com cada faixa etária, por livre demanda. Ao todo, durante o mutirão, 21.615 pessoas receberam as doses, sendo 4.752 crianças e 1.090 adolescentes.

Até a manhã desta segunda-feira (21), 3.776.607 pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 no Estado. Em relação ao público infantil (5 a 11 anos), mais de 127 mil foram vacinadas, o que representa 32% do público-alvo, que é de 393.089, de acordo com estimativa do Ministério da Saúde. 

Secretário acompanha vacinação de indígenas em Aracruz

Durante o mutirão de vacinação ocorrido no sábado (19), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, acompanhou as ações em três aldeias indígenas na cidade de Aracruz, na Regional Metropolitana de Saúde (Caieiras Velha, Irajá e Areal, e Comboios). Ele estava acompanhado do subsecretário de Estado da Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin; do gerente de Vigilância em Saúde, Orlei Cardoso; e da secretária da Saúde de Aracruz, Rosiane Scarpate.

Nésio destacou que a maior dificuldade para a vacinação desse público é a chegada das fake news nas comunidades, por meio das redes socais. “As fake news promovem pânico, pavor, um medo na população, e acabam chegando mais rápido que o próprio serviço de saúde que, muitas vezes, vai até a casa da pessoa para vaciná-la. As vacinas são seguras e eficazes. É a esperança para derrotarmos a pandemia”, frisou o secretário.

Já a secretária da Saúde de Aracruz, Rosiane Scarpate, ressaltou a importância da vacinação. “A vacina é ciência. Há estudos que comprovam sua eficácia e não existe motivo para as pessoas não se vacinarem. A vacina salva vidas”, disse.

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais / Ana Cláudia dos Santos
asscom@saude.es.gov.br

Fonte: Notícias do Governo do Espírito Santo

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas