21.7 C
Itapemirim
domingo 26 maio 2024

Governo do Estado realiza aula inaugural do Nossa Bolsa 2023

Governo ESGoverno do Estado realiza aula inaugural do Nossa Bolsa 2023


A manhã desta quinta-feira (16) foi especial para os novos bolsistas do Programa Nossa Bolsa, do Governo do Estado. Os contemplados com as vagas oferecidas pelo edital de 2023 participaram de uma aula inaugural, realizada no espaço Vitória Grand Hall, em Vitória. Além dos estudantes que lotaram o cerimonial, o evento contou com a participação do governador Renato Casagrande, além de autoridades locais e lideranças do meio estudantil capixaba.

O edital foi uma parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) com a Secretaria da Educação (Sedu) e teve um recorde de inscrições – 12.158 pessoas inscritas. O investimento é de mais de R$ 41 milhões para custear as bolsas ofertadas que têm duração de até seis anos. O recurso é proveniente do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia (Funcitec) e da Sedu.

O Nossa Bolsa 2023 ofereceu cerca de 1.000 bolsas integrais, ou seja, com as mensalidades 100% custeadas pelo Governo do Estado, e 54 opções de cursos distribuídos em 33 instituições de Ensino Superior localizadas em 15 municípios do Espírito Santo.

“Desde a implantação, estamos chegando a 10 mil pessoas graduadas pelo programa Nossa Bolsa. A educação permite que, mesmo você não trabalhando na área que se formou, a abertura de portas. Tenho certeza que ter feito Engenharia Florestal e Direito me abriu caminhos, me fez conhecer pessoas. O Nossa Bolsa está dentro do programa UniversidadES e queremos gerar oportunidades aos capixabas”, disse o governador Casagrande.

“Participamos hoje de um momento muito importante para essa juventude, que se inscreveu no edital, foi selecionada e hoje participa desta aula inaugural. A qualificação é, sem dúvidas, o caminho para a construção de uma sociedade melhor. Desta forma, reduzimos a vulnerabilidade social”, afirmou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Bruno Lamas.

Ele lembrou que o Estado investe na qualificação acadêmica e profissional, com iniciativas como o UniversidadES e o Qualificar ES. O secretário também comentou a importância do Nossa Bolsa para a juventude capixaba: “esses estudantes vão estudar em instituições conceituadas e renomadas com bolsas pagas pelo Governo do Estado. Muitos não teriam condições de custear esse estudo. É uma forma que o Estado encontrou de investir no futuro desses jovens para acompanhar a nova era de investimentos que estamos vivenciando, pois temos um Estado organizado. Com essa iniciativa vamos solucionar o gargalo da mão de obra qualificada para esses investimentos.”

O diretor-presidente da Fapes, Denio Arantes, também participou da aula inaugural e apontou o papel social da iniciativa do Governo do Estado em promover o Nossa Bolsa. 

“Por meio do Programa, o Governo do Estado demonstra todo o empenho em democratizar o acesso ao Ensino Superior para a parcela da população que mais precisa e nas mais diversas áreas profissionais, afinal, foram 54 opções de cursos. Graduação particular tem um custo alto e com o Nossa Bolsa queremos graduar bons profissionais e oportunizar o conhecimento. Parabéns a todos e todas que conseguiram as bolsas. Estamos na torcida para que concluam a graduação com excelência e melhorem cada vez mais as suas vidas. Isso também é desenvolvimento para o nosso Estado”, comentou Denio Arantes.

Uma novidade da edição foi o retorno da vaga no curso de Medicina. A bolsa para o curso já foi ofertada em edições anteriores e, para o Edital de 2023, foi resultado de um forte trabalho do Governo do Estado com as instituições de ensino.

Caso de sucesso do Nossa Bolsa

Entre os pronunciamentos do evento, Paulo Vitor Bruno Onezorge, de 33 anos, que ocupa o cargo de Diretor Executivo de Ensino na UCL, contou um pouco da sua história com o Nossa Bolsa para os novos bolsistas. Paulo Vitor se graduou com bolsa do Programa no curso de Ciências Contábeis na Fucape Business School e desde então sua vida mudou completamente.

“Sem dúvidas o Nossa Bolsa foi importante para o meu desenvolvimento profissional. Ter um curso superior era uma meta pessoal. Meu interesse sempre foi de cursar a graduação em uma instituição privada com renome e isso só foi possível graças ao Programa. Ou seja, não que sem a bolsa eu não faria uma graduação, isso para mim sempre foi algo que busquei, mas, o Programa me permitiu uma realidade muito melhor do que aquela que conseguiria sem ele”, contou Paulo Vitor.

O rapaz conseguiu a bolsa em 2009 e, na época, aos 20 anos residia no bairro Taquara II, na Serra. Após concluir a graduação, iniciou o Mestrado na mesma instituição de ensino e foi contemplado com uma bolsa da Fapes por meio do Programa de Capacitação de Recursos Humanos na Pós-Graduação (Procap), por estar inserido em um projeto de pesquisa científica.

Atrações da aula inaugural

A aula inaugural teve início com uma apresentação da Orquestra Jovem de Violões da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames). O evento contou com a palestra do jornalista e âncora do programa CBN Brasil, da Rádio CBN – Rede Globo, Carlos Sardenberg, com o tema “Educação: Base do Desenvolvimento Pessoal e Social”.

Não basta um país ter uma boa infraestrutura física. Ela precisa ser operada por pessoas e aí entra a educação. Digo com muita clareza que é a educação que faz a diferença para um país crescer. O profissional bem formado vai fazer a diferença em sua produtividade. Então, anos de escola e uma escola boa faz com que a pessoa seja mais produtiva no trabalho,  gerando mais renda e produto para a sociedade. A inclusão de parte da população no Ensino Superior reduz a desigualdade e isso depende de investimentos do Governo. O Programa Nossa Bolsa é um ponto essencial muito importante para o crescimento do Estado e do País”, disse o jornalista.

O Programa Nossa Bolsa

O Nossa Bolsa, criado pelo Governo do Estado, visa a promover a inclusão e o desenvolvimento social e educacional, por intermédio do conhecimento, concedendo bolsas a estudantes que desejam cursar a graduação em instituições de Ensino Superior privadas do Espírito Santo e não tenham condições de custear o estudo.

O Programa integra o eixo Ensino Superior, do Sistema Universidade do Espírito Santo – UniversidadES, que tem o objetivo de reunir e organizar políticas estaduais de educação profissional, de educação de níveis técnico e superior, priorizando a Educação a Distância (EaD), além da pesquisa, extensão e a inovação.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
comunicacao@fapes.es.gov.br

Assessoria de Comunicação da Secti
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822
comunicacao@secti.es.gov.br

 

Fonte: Notícias do Governo do Espírito Santo

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas