22.8 C
Itapemirim
segunda-feira 27 maio 2024

Detran|ES promove ação para sensibilizar motociclistas na Terceira Ponte

Governo ESDetran|ES promove ação para sensibilizar motociclistas na Terceira Ponte


Em mais uma ação do movimento Maio Amarelo para conscientizar condutores e promover a prevenção de acidentes nas vias do Estado, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) realizou a sensibilização de motociclistas na Terceira Ponte, em Vitória, na manhã desta segunda-feira (15). A ação ocorreu em parceria com o Batalhão da Polícia Trânsito (BPTran), o Sindicato dos Motociclistas Profissionais do Estado do Espírito Santo (Sindimotos-ES) e familiares de vítimas de acidentes de trânsito.  

Durante a ação com foco educativo voltado especialmente para os motociclistas, 164 pessoas entre condutores e caronas foram abordadas enquanto passavam na Terceira Ponte, no sentido Vila Velha-Vitória. Os motociclistas foram convidados a parar por um instante no trajeto para ouvir a mensagem de sensibilização do Detran|ES, com uma explicação sobre o movimento Maio Amarelo, que completa 10 anos em 2023. O objetivo da campanha é realizar o chamado para uma mudança de comportamento dos condutores e possibilitar a redução do número de acidentes e mortes no trânsito.  

Para o diretor de Segurança no Trânsito do Detran|ES, Fernando Stockler, os dados de mortes e acidentes com motociclistas mostram que há necessidade de uma atenção maior dos condutores e de intervenções como essas para salvar vidas. “Nós estamos em mais uma ação do Maio Amarelo, que quer conscientizar os motociclistas. É importante que eles sigam as regras de trânsito, utilizem os equipamentos de segurança e se protejam sempre. Quando não levam a óbito, os acidentes com motos podem gerar lesões muito graves que impactam nas famílias, no Sistema Único de Saúde (SUS) e em toda a sociedade. Há a necessidade de não só os órgãos de trânsito, mas de toda a sociedade se atentar para esse problema e agir para proteger e alertar aqueles motociclistas que conhecem”, disse.   

Ele alertou também para o tema do Maio Amarelo deste ano “No trânsito, escolha a vida”. “O tema do Maio Amarelo de 2023 é sobre as escolhas do condutor no dia a dia, como, por exemplo, o comportamento daquele condutor que opta por atender o celular enquanto dirige, aquele que vê o sinal fechando e acelera para tentar passar no amarelo porque está com pressa. São as escolhas que fazem toda a diferença no trânsito e nós temos que trabalhar a conscientização do condutor para minimizar o risco de acidentes. Todos estão sujeitos a acidentes todos os dias, mas a gente tem que ter prudência, tem que ter conscientização para poder chegar em casa com segurança”, ressaltou Stockler.  

Para o diretor do Sindimotos-ES, Luciano Ferreira Santana, a ação é necessária para reduzir a imprudência no trânsito. “São muitos acidentes com motos todos os dias e, infelizmente, a maioria dos acidentes com motociclistas leva à morte ou a sequelas graves. Esse alerta é importante porque nós vemos que a principal causa de acidentes é a imprudência, seja do motociclista ou dos outros motoristas que estão nas vias. Se todos obedecerem às leis de trânsito, nós teremos muito menos acidentes e não teremos tantas mortes”, alertou.  

Familiares de vítimas  

Os condutores também ouviram relatos emocionados de familiares que perderam seus entes queridos em acidentes com motocicletas. Kelly Bergamini, mãe da estudante Ramona Bergamini Toledo, falou sobre o acidente que a vitimou e da tristeza de passar mais um Dia das Mães sem a filha, que faleceu em um acidente aos 19 anos enquanto trafegava de moto na Avenida Carlos Lindenberg e foi atingida por um veículo, há três anos.  

“A minha filha estava terminando a sua última entrega a 200 metros da casa dela e um motorista bêbado, em alta velocidade, atravessou a pista e bateu nela. Ela não cometeu nenhuma imprudência, estava parada no semáforo, com capacete, mas infelizmente vocês lidam com a imprudência e o desrespeito dos outros também o tempo inteiro. Na maioria dos acidentes, é o motociclista que se machuca ou perde a vida e foi o que aconteceu com a minha Ramona. Continuem andando certinho, usando os equipamentos de proteção, respeitando as regras. Estou aqui pra ser o exemplo e tentar conscientizar e mostrar que a gente precisa de respeito no trânsito”, falou Kelly emocionada. 

Santos Ribeiro Corrêa contou que perdeu a esposa há dez anos enquanto a levava para uma entrevista de emprego na motocicleta dele. Eles foram atingidos por um caminhão. Ele, que na época era motoboy, também feriu a mão e foi aposentado por invalidez em decorrência do acidente. “Eu perdi minha esposa em 2013 e fiquei com três filhos novos para criar. A motocicleta nos deixa totalmente vulneráveis, qualquer coisa pequena como uma animal passando, uma pedra ou um buraco pode nos derrubar. Além disso, a imprudência é, sem dúvidas, o que mais causa acidentes e mortes com os motociclistas, seja da parte do próprio condutor ou dos outros motoristas”, alertou. 

O motociclista Cláudio Santos, que passava pela ponte com a filha na garupa, foi abordado e elogiou a ação. “É muito importante para alertar nós motociclistas para a necessidade dos cuidados no trânsito. Essa fala do familiar é forte e contribui para conscientizar os motociclistas a pensarem no outro”, disse. O motoboy Valdecir Henrique da Silva também comentou sobre a ação. “Muito bom para abrir os olhos dos motociclistas. Eu vejo muita coisa errada no trânsito de motoristas e até de pedestres sem atenção. Já ando tranquilo e agora vou ficar mais atento ainda”, disse.

Programação

Durante todo o mês, estão sendo desenvolvidas ações educativas e atividades, em parceria com outros órgãos de trânsito e instituições públicas e privadas. O objetivo é chamar atenção da sociedade para o alto número de acidentes e para a importância da participação de todos, visando à construção da cultura das boas escolhas no trânsito, em todos os 78 municípios capixabas.

A programação do mês inclui abordagens e palestras educativas em escolas, empresas, blitze em vias públicas em todo o Estado, entre tantas outras atividades.  O movimento incentiva também o uso de blusas e camisas amarelas, além da iluminação de locais públicos com a cor amarela.

Confira a programação do Movimento Maio Amarelo aqui.

Maio Amarelo

O Maio Amarelo completa 10 anos em 2023, com o tema “No trânsito, escolha a vida”, definido na Resolução 980/2022, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Trata-se de um movimento internacional, que foi criado com o objetivo de promover a conscientização da sociedade para a redução de acidentes de trânsito. As atividades realizadas neste mês no Espírito Santo e em todo o mundo têm o objetivo principal de alertar e mostrar a dimensão e o impacto que os acidentes têm no cotidiano.    

 

Informações à Imprensa:  
Assessoria de Comunicação do Detran|ES  
Rhayan Esteves / Fabricia Borges / Zu Coelho / Mayara Salles  
imprensa@detran.es.gov.br 

 

Fonte: Notícias do Governo do Espírito Santo

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas