20.5 C
Itapemirim
quinta-feira 19 maio 2022

Ação de retirada de caramujos na orla de Itaoca e Itaipava – Notícias de Itapemirim

ItapemirimAção de retirada de caramujos na orla de Itaoca e Itaipava - Notícias de Itapemirim


Ao de retirada de caramujos na orla de Itaoca e Itaipava

Equipe da SEMMA retirou 130 kg do molusco.

Nesta sexta-feira (7), a Secretaria de Meio Ambiente – SEMMA realizou uma ação de retirada de caramujos africanos na orla de Itaoca e Itaipava. Mesmo sob chuva, logo nas primeiras horas do dia, a equipe da secretaria coletou em torno de 130 kg do molusco.

O caramujo africano (Achatina Fulica) é uma espécie invasora que representa risco à biodiversidade, já que se alimenta de restinga, típica vegetação litorânea. Por ser um ambiente úmido, o local torna-se propício para a proliferação do molusco que, por não possuir um predador natural, se reproduz em grande escala, podendo um exemplar colocar mais de 200 ovos em uma única postura.

A catação manual é a melhor opção de controle dos caramujos. Para realizá-la, deve-se proteger as mãos com luvas ou sacos plásticos, já que o uso de pesticidas não é recomendado devido à alta toxicidade dessas substâncias. Esta ação também é recomendada à população, caso se depare com o molusco em suas casas.

“O ideal é a pessoa catar o caramujo com o auxílio de uma luva ou sacola plástica e colocar esse caramujo dentro de um outro saco plástico, podendo colocar sal dentro do mesmo para desidratá-lo e, consequentemente, levá-lo à morte”, recomenda a subsecretária de Meio Ambiente, Aline Pecegueira.

Após o processo, deve-se quebrar a concha dos caramujos para evitar que os mesmos transformem-se em criadouros de mosquitos, como o Aedes Aegypti, acrescenta Aline.

Ao final da ação, a equipe da Secretaria de Administração Regional de Itaipava/Itaoca encarregou-se de incinerar os moluscos coletados no aterro sanitário, finalizando o processo.

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Itapemirim-ES

Fonte: Prefeitura Municipal de Itapemirim

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas