20.1 C
Itapemirim
quinta-feira 18 julho 2024

Secretário da Saúde toma posse como presidente do Conass

Governo ESSecretário da Saúde toma posse como presidente do Conass


Em solenidade realizada na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS), na noite dessa quarta-feira (27), o secretário de Estado da Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, foi empossado como presidente do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Saúde (Conass), bem como toda a diretoria do conselho para a gestão 2022/2023.

Em seu discurso, Nésio Fernandes agradeceu a gestão do presidente anterior durante uma das crises sanitárias mais desafiadoras da atualidade: a pandemia de Covid-19. Para ele, mesmo com todas as adversidades e perdas ocorridas na pandemia, foi possível salvar milhões de vidas e o sistema, público e universal de saúde, um dos maiores do mundo, foi reconhecido como fundamental ao País.

O presidente empossado enalteceu o Sistema Único de Saúde (SUS) e afirmou que ele reflete a capacidade de luta de um povo pela vida. “O SUS é resultado de décadas de construção em ambientes de tensão, reivindicação, diferenças de opinião, mas também pela busca de entendimentos e unidades na ação. Ele é instrumento de justiça social”, disse. 

Segundo Nésio, a pandemia desafiou, não somente o sistema de saúde brasileiro, mas também todos os sistemas políticos do mundo, revelando o melhor e o pior de cada um deles. “Além da saúde pública, a rede privada de serviços de saúde também foi estrangulada. E no colapso da rede privada, em praticamente todos os estados do Brasil, a classe média e setores mais ricos da sociedade também foram acolhidos e cuidados pelo Sistema Único de Saúde”, destacou. 

Ainda em seu discurso, Nésio Fernandes mencionou a importância da vacinação para o controle da pandemia e afirmou que a imunização de toda a população com esquema completo é o grande desafio do momento, já que a confiança nas instituições e nas vacinas foi frontalmente atacada por campanhas de desinformação.

“Sem o avanço das coberturas vacinais, a Delta e a Ômicron poderiam ter nos levado a um milhão de óbitos no Brasil, mas foi com vacinas que mitigamos as novas ondas de internações e óbitos e vamos conquistar neste momento o maior período de controle da pandemia que ainda não acabou”, ressaltou o secretário da Saúde do Espírito Santo.

O presidente chamou a atenção para a importância do processo eleitoral que ocorrerá este ano. “O SUS é um consenso nacional e o eleitor irá exigir dos seus representantes projetos claros para melhorar a saúde pública. O eleitor quer a saúde pública com qualidade. O Conass vai participar deste processo construindo diálogos e entendimentos com todos os campos políticos, para que a agenda do sistema, em 2023, comece com o apoio de todos os campos da vida política do Brasil.”

Presente na solenidade, a vice-governadora do Espírito Santo, Jacqueline Moraes destacou o conhecimento e a experiência do secretário Nésio Fernandes, enquanto médico humanista que ama as pessoas, a profissão e o SUS. “As políticas públicas têm grande papel de salvar vidas e eu sou um grande exemplo disso”, observou.

Participaram da posse autoridades do Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Conselho Nacional de Saúde, parlamentares e outras instituições da saúde.

O representante do Conselho Nacional de Saúde, Heleno Rodrigues Correa, ressaltou a importância de continuar com o trabalho democrático, representativo e amplo que se reflete nos estados. Para ele, os secretários de saúde se consolidam como companheiros de jornada e como aqueles que compartilham as dificuldades de promover o Sistema Único de Saúde no Brasil como a maior política pública de impacto populacional do país.

“Isso é uma missão ao mesmo tempo pesada e gratificante. Esse momento democrático deve refletir a percepção de que o SUS só é viável porque os seus conselhos, em todos os níveis, nacional, estaduais e municipais, conseguem conviver com os desejos da população em caráter paritário”, frisou Heleno Correa.

Para a representante da Opas/OMS no Brasil, Socorro Gross, o SUS é uma força conjunta. “Hoje é um dia muito especial para o SUS que é grandioso e é a mais forte política social brasileira. O SUS é o único sistema único no mundo para uma população de mais de 100 milhões de habitantes”, lembrou.

Já para o secretário executivo adjunto do Ministério da Saúde, Marcus Vinicius Fernandes Dias, o sistema de saúde brasileiro é um grande patrimônio brasileiro. “O SUS é resiliente e saiu mais forte da crise. O SUS é imprescindível para a sociedade brasileira”, pontuou.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Conass

Informações à Imprensa: 
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Thaísa Côrtes / Ana Cláudia dos Santos / Daniel Borges
asscom@saude.es.gov.br
 

 

Fonte: Notícias do Governo do Espírito Santo

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas