20.5 C
Itapemirim
quinta-feira 19 maio 2022

Defa prende suspeito de abrir contas bancárias com documentos falsos na Grande Vitória – Notícias da Polícia Civil ES

PolíciaDefa prende suspeito de abrir contas bancárias com documentos falsos na Grande Vitória - Notícias da Polícia Civil ES

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia de   Defraudações (Defa), prendeu em flagrante um homem de 52 anos, no momento em que se dirigia a uma agência bancária localizada na Reta da Penha, em Vitória, para solicitar a ampliação do limite de crédito de uma conta aberta com documentos falsos. As investigações indicam que o suspeito adquiriu a Carteira de Identidade pela quantia de R$ 250,00. Ele pretendia abrir contas em diversos bancos da Grande Vitória e, com isso, conseguir empréstimos, cartões de créditos e financiamentos em nome de terceiros.

De acordo com o titular da Defa, delegado Douglas Vieira, a delegacia recebeu informações da área de segurança da agencia bancária sobre um cidadão que estaria portando documentos falsos. “Chegamos ao local, abordamos o homem, que nos apresentou os documentos. Ao checar a identidade, constatamos que o documento apresentado por ele era falso, motivo pelo qual demos a voz de prisão”, relatou.

O delegado adiantou que já existem outras investigações em andamento na Defa sobre crimes cometidos da mesma forma. Segundo Vieira, em alguns casos, os estelionatários criam uma rede criminosa e a conta bancária aberta de forma fraudulenta é usada para o cometimento de outros crimes.

“São contas ‘hospedeiras’ usadas para obter linhas de crédito, empréstimos e cartões. Essas contas são até cedidas a outros criminosos para receberem valores provenientes de outros golpes ou para lavar dinheiro do tráfico de drogas. Nesses casos, o estelionatário que abriu a conta fica com uma porcentagem do valor depositado na conta e repassa o restante para o criminoso parceiro”, explicou o delegado.

No ano de 2014, o homem de 52 anos foi preso pela prática do crime de estelionato, tendo cumprido pena por cinco meses. Após receber o alvará de soltura, o suspeito voltou a aplicar golpes na Grande Vitória. Dessa vez, ele foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso e será investigado por suspeita de estelionato e falsidade ideológica, sendo encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV), onde vai ficar à disposição da Justiça.

Orientações

O delegado Douglas Vieira informou ainda que os criminosos têm várias formas de agir, como, por exemplo, as ligações telefônicas. Os estelionatários ligam para as vítimas dizendo que o cadastro da pessoa está desatualizado. Outras vezes, os criminosos ligam oferecendo emprego e, nessa situação, eles solicitam os documentos para a realização do cadastro e financiamentos de veículos e imóveis, com taxas de juro muito baixa.

Os documentos são usados para abrir contas falsas ou para falsificar identidades para abrir contas em outros lugares. “As vítimas, sem suspeitar, caem nos golpes. Os golpistas e os estelionatários são bem convincentes nos golpes, eles falam e explicam bem. São estudiosos nas práticas dos crimes. Caso desconfie de alguma ligação recebida, vá até o banco e se certifique de que realmente a agencia bancária solicitou os seus documentos, ou ligue para o 0800, de preferência de outro aparelho celular, para que o criminoso não saiba de suas ligações”, orientou o delegado. 

Texto: Brenda Corti, estagiária da Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
imprensa.pc@pc.es.gov.br

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27) 99231-5157
comunicapces@gmail.com



Fonte: Notícias do site da Polícia Civil do Espirito Santo – Confira mais informações em Polícia Civil do Estado do Espírito Santo.

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas