21.7 C
Itapemirim
sexta-feira 20 maio 2022

Aracruz registra menor índice de homicídios dos últimos 23 anos – Notícias da Polícia Civil ES

PolíciaAracruz registra menor índice de homicídios dos últimos 23 anos - Notícias da Polícia Civil ES

As ações integradas entre as Forças de Segurança do Estado reduziram em 27,8% a quantidade de assassinatos na região de Aracruz, no norte do Estado. Entre janeiro e 26 de dezembro deste ano, foram registrados 13 assassinatos, sendo que dez têm autoria definida e outros três, que ainda estão em apuração, já têm suspeitos identificados. No ano passado, foram registrados 18 casos.

Com esse número, o município de Aracruz deve encerrar o ano com a menor quantidade de registros de homicídios dolosos dos últimos 23 anos. Desde 2018 que o município apresenta reduções consecutivas nos registros de homicídios, com destaque para os anos de 2020 e 2021, quando o município apresentou reduções de 35,7% e 27,8%, consecutivamente.

As investigações apontam que a maioria dos homicídios da região são relacionados ao tráfico de drogas. Por isso, todas as instituições trabalham em conjunto, tanto na questão preventiva, que é atribuição da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), que atua incisivamente no combate ao tráfico de drogas e a indivíduos que portam armas de fogo, quanto nas investigações para identificar e localizar os suspeitos, que é atribuição da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES).

O titular da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Aracruz, delegado André Jaretta, ressaltou que a celeridade para colher os primeiros elementos de prova, logo após um homicídio, é o principal fator da resolutividade de crimes na região.

“Assim que temos ciência, agilizamos o processo e contamos com recursos tecnológicos que vêm auxiliando e fortalecendo os indícios apontados nos depoimentos das vítimas (no caso de tentativa) e de testemunhas. Após reunir um conjunto de elementos que indique autoria, representamos junto ao Poder Judiciário por prisões para retirar esses autores das ruas. Mais uma vez, a celeridade na atuação do Ministério Público e do Poder Judiciário nos ajuda a dar uma resposta rápida e eficaz”, salientou o delegado André Jaretta.

Além disso, o delegado disse a estreita relação com a Polícia Militar é decisiva para o bom resultado, já que os policiais militares estão todos os dias nas ruas, conhecem a “temperatura” de quem está mais atuante e ousado na criminalidade e, com essas informações, se consegue focar nos grupos de traficantes que estão mais dispostos a cometer homicídios.

Ao longo do ano de 2021, o 5° BPM, que é responsável pela região de Aracruz, executou uma série de operações de cumprimento de mandados, com a Delegacia Regional de Aracruz, além de operações de fiscalização de trânsito e patrulhamento tático, a fim de prevenir a ocorrência de delitos, especialmente em regiões de alta criminalidade violenta, e aumentar a sensação de segurança entre os munícipes.

“Além da integração entre as agências de segurança pública, PMES e PCES, e os órgãos municipais, a redução de homicídio foi possível graças à intensificação das ações de patrulhamento, subsidiada com informações levantadas pelo serviço reservado, incluindo a grande apreensão de armas e detenção de criminosos nos últimos dois anos”, destacou o tenente coronel Cláudio, comandante do 5°BPM.

Texto: Matheus Zardini e Priscila Barcelos

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
imprensa.pc@pc.es.gov.br

 

Atendimento à Imprensa:
Matheus Zardini / Camila Ferreira
(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693 / (27)99231-5157
comunicapces@gmail.com



Fonte: Notícias do site da Polícia Civil do Espirito Santo – Confira mais informações em Polícia Civil do Estado do Espírito Santo.

Você está aqui

- Anunciar é Fácil (28) 99999-4664 -

Confira outras Notícias

Navegue pelas tags:

Mais Lidas